20/03/2020 08:00 - EM
Xerém
Técnico do Sub-19 projeta temporada e espera dar alegria ao torcedor
Eduardo Oliveira sabe das dificuldades de participar de competições com um time mais novo, mas acredita na força dos Moleques de Xerém


Seja Sócio e tenha vantagens na compra de ingressos, além de descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!

A equipe Sub-19 do Fluminense estreou com vitória no Carioca Sub-20, ao vencer o América por 2 a 1, no último sábado, mas a competição foi paralisada pela FERJ, devido à prevenção ao COVID-19. Mesmo atuando com uma equipe pelo menos um ano mais nova do que os concorrentes, já que o Tricolor encerrou o Sub-20 e jogará as competições da categoria nesta temporada com atletas nascido a partir de 2001, o técnico Eduardo Oliveira acredita que os Moleques de Xerém terão uma temporada vitoriosa.

"Queremos competir de igual para igual, mesmo com uma equipe mais jovem que nossos adversários. Vamos trabalhar forte ao longo do ano para provar mais uma vez o valor destes jovens talentos. É uma geração que vem de uma história bonita na base do clube, uma história repleta de títulos e esperamos conseguir preparar bem estes meninos nesta última etapa de preparação em Xerém. Queremos conseguir atingir o nosso principal objetivo que é subir estes jogadores para o profissional, para eles poderem repetir o sucesso de outros Moleques de Xerém que estão brilhando com a camisa do Fluminense", comentou o técnico Eduardo Oliveira.

Campeão Sub-17 em 2018 e em 2019, Eduardo Oliveira chegou ao Fluminense em 2017 como Coordenador Metodológico da base, afim de atualizar e modernizar o processo de formação de Xerém. Em 2018, assumiu como treinador da categoria Sub-17 e em dezembro de 2019 se tornou treinador do Sub-19. Antes de chegar ao Tricolor, o treinador viu sua trajetória profissional começar nos Estados Unidos, primeiro como jogador e depois como técnico. Ele ainda trabalhou na Seleção Brasileira Feminina e em um projeto de futebol da Nike.

"Eu joguei futebol aqui no Brasil até o Sub-20. Depois fui para os Estados Unidos jogar na universidade. Me formei bacharel em educação física e mestre em ciências do exercício por lá. Após minha graduação joguei uma temporada na liga correspondente a quarta divisão americana. Atuava como jogador e auxiliar técnico. Ao mesmo tempo dava aula de educação física e treinador de uma equipe Sub-14 e Sub-17 do clube da cidade. Retornei ao Brasil para assumir o cargo de preparador físico e posteriormente auxiliar técnico da seleção feminina, participando da Copa do Mundo e dos jogos Pan-americanos. Trabalhei como técnico na base do Botafogo, também exerci a função de Coordenador Metodológico lá e antes de vir para o Fluminense fui contratado pela Nike para coordenador um projeto global de formação de jogadores com sede na Inglaterra", contou o treinador do Sub-19.

Confira mais respostas de Eduardo Oliveira ao site oficial:

COVID-19

"Não sei como será este ano. É uma situação que nunca vivi antes. Estamos criando estratégias para que tenhamos o mínimo de perda possível. Não podemos nos apressar, a situação não pede isso. A ideia geral é que eles pratiquem nossos cinco valores de Xerém perante a sociedade, para que a gente possa superar este período difícil que a humanidade está passando e que vai muito além do futebol"

DNA Tricolor

"DNA tricolor é a filosofia de formação do clube. Temos nossa missão, nossos valores, nossa visão e nosso propósito: "Faça uma melhor pessoa que teremos um melhor jogador", que é o que me norteia. Queremos colocar em prática todos esses valores e princípios de jogo para que o torcedor se identifique com a equipe e com os indivíduos que formam nosso time. Se colocarmos em prática nosso comprometimento, respeito, meritocracia, criatividade e espírito de equipe, a torcida vai acompanhar e sentir orgulho de ver os meninos jogando com a camisa do Fluminense"

Destaques do Sub-19:

"Estamos entendendo quem irá se destacar nesse momento de reestrutura da categoria. Vejo nomes que conquistaram muitos títulos no clube e até comigo, mas os maiores destaques das gerações já estão no profissional, o que abre espaço para que esses jogadores que hoje estão no Sub-19 criem uma nova identificação e conquistem a notoriedade junto ao público em geral. Seria injusto citar nomes tão cedo"

Comunicação FFC
Fotos: Mailson Santana/FFC





Sika original
Tim original
Azeiteroyal original
Docerio original
Gatorade original
Brahma original
Futebolmelhor original
Bioleve original
Puri original
Bassan original
Flaviohermolin original
Rentv original
Nhj original
Nb original
Radlink original
Thermohuman original
Bodymetrix original
Vaccini original
Redeon original
Parceiro cbc original
Singular original
Opusseg original
Mazars original