11/03/2019 14:03 - EM
Xerém
Eduardo Oliveira, técnico do Sub-17: "Xerém é especial!"
Formado nos Estados Unidos e com passagens pela NIke, CBF e Botafogo, técnico do Sub-17 elogia trabalho de Xerém


Seja Sócio e tenha vantagens na compra de ingressos, além de descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!

A temporada 2019 está começando para os Moleques de Xerém, a equipe de comunicação da base do Fluminense preparou uma série de entrevistas com os treinadores de Xerém. Nesta segunda-feira, o entrevistado foi o técnico do Sub-17, Eduardo Oliveira, que assumiu a categoria em 2018 e conquistou o título Carioca e chegou na final da Copa do Brasil e da Taça BH.

Eduardo Oliveira foi um ex-jogador de base, com passagem pelo Democrata-MG, e que foi chamado para cursar uma faculdade nos Estados Unidos. Lá, ele seguiu atuando pela universidade e se formou em educação física. Trabalhou como preparador físico e treinador, fez mestrado em ciência do esporte e voltou para o Brasil para trabalhar como preparador físico e auxiliar da Seleção Feminina. Após disputar a Copa do Mundo da Alemanha, comandou a equipe Sub-14 do Botafogo e depois coordenou a metodologia da base do alvinegro. Trabalhou em projeto global da Nike, no CT da seleção da Inglaterra e veio para o Fluminense ser o coordenador metodológico da base do clube. No meio de 2018 assumiu a equipe Sub-17 do Fluminense. Confira os principais temas abordados pelo treinador:  


FORMAÇÃO NOS ESTADOS UNIDOS


- Minha formação nos Estados Unidos conseguiu unificar a ideia de educação que eu já tinha com meus pais, com algo mais sistemático e organizado, que aprendi na universidade. A cultura americana de competição me ensinou muito e me pautou em certos valores, que hoje eu uso para desenvolver melhor o meu trabalho. Comprometimento, espírito de equipe, coletividade... Isso me fez evoluir como pessoa, como estudante. É algo que se valoriza pouco aqui no Brasil, mas que aqui em Xerém estamos tentando mostrar para os meninos.


SUB-17 EM 2019


- O torcedor pode esperar em 2019 uma equipe Sub-17 muito competitiva, uma equipe que gosta de jogar futebol, que gosta de defender as cores do Fluminense, que tem um carinho muito grande pelo clube, até pelo tempo de casa que a maioria já tem. Uma equipe que visa a evolução a cada dia. Nossa grande espectativa neste ano é competir. É aproveitar a nossa jornada, pois não se chega em uma final sem passar pelo caminhos. Queremos mostrar um futebol com toque de bola, com dribles, ofensivo, que faça gols, que vença os jogos, mas que ao mesmo tempo dê orgulho aos torcedores.


FUTEBOL BONITO E ENVOLVENTE


- A filosofia de jogo de Xerém é uma ideia de jogo que o torcedor do Fluminense ensinou pra gente. Foi feito uma pesquisa para entender o que o torcedor do Fluminense gosta de ver da sua equipe. Chegamos a um conceito de que o tricolor gosta de ver um jogo-limpo, intenso, que valoriza a posse de bola, com passe, drible, sempre buscando o gol adversário. Não entramos em campo pensando em segurar resultado. Queremos ter a bola, ter alegria, se divertir, mas sempre com muito respeito.


TRABALHO DE XERÉM


- O trabalho de Xerém está chegando em um estágio muito interessante. É um ano de maturação de um trabalho. Xerém tem uma tradição muito grande, sempre revelou jogadores e recentemente passou por um processo muito interessante de reciclagem. Foi muito discutido a parte teórica, as estratégias, criamos os objetivos, o que seria avaliado, o que seria estimulado em cada faixa etária... Xerém se tornou mais completa. Estávamos colocando isso em prática, como o coordenador técnico Marcelo Veiga gosta de dizer: "2018 foi o ano da ação", foi o ano de colocar em prática tudo o que vinha sendo discutido e trabalhado e tivemos grandes resultados esportivos, em revelação e de formação. Temos um ambiente muito bom em Xerém, com cobrança, com busca por resultados, mas sempre com muita conversa, com muita integração. 2019 é o nosso ano de maturação. Se vai render muitos títulos, a gente não pode afirmar, pois o futebol depende de muita coisa, mas estamos em um momento muito positivo. Estou muito feliz por estar vivendo este projeto de Xerém, que é algo único, que é diferente. Temos muitos trabalhos interessantes de base surgindo e evoluindo em outros clubes, mas tenho certeza de que Xerém é especial, tem aquele algo a mais. É uma base que acredita nas pessoas, que segue seus processos de formação, que tem continuidade. O que me faz seguir no Fluminense é saber que se eu fizer uma melhor pessoa, vou ter um melhor jogador. É isso que me move, é isso que norteia o trabalho de Xerém e é isso que me motiva.

Comunicação FFC
Fotos: Mailson Santana/FFC





Ua original
Tim original
Autovisa original
Fortevir original
Kashbet2 original
Azeiteroyal original
Gatorade original
Brahma original
Futebolmelhor original
Bioleve original
Puri original
Bassan original
Flaviohermolin original
Rentv original
Nhj original
Nb original
Radlink original
Grupoentreter original
Thermohuman original
Bodymetrix original
Vaccini original
Redeon original
Parceiro cbc original
Opusseg original