Flu Tour


O Fluminense oferece uma visita guiada em sua sede, nas Laranjeiras, que é um verdadeiro passeio pela rica e centenária história do clube. O FluTour funciona de terça a sexta-feira, das 9h às 17h; sábado de 9h às 15h e domingo e feriados de 9h às 13h. A entrada para sócios é gratuita. Crianças até 12 anos e idosos a partir de 60 anos também não pagam. Para o público geral, é cobrada a taxa de R$ 20. Caso deseje o acompanhamento de um guia bilíngue durante todo o circuito, realize um agendamento através do e-mail flutour@fluminense.com.br. 

Venha conhecer este espaço que é o berço do futebol brasileiro. O Fluminense é uma das instituições nacionais que mais contribuíram para o desenvolvimento do esporte e da sociedade brasileira. 

COMPRE SEU INGRESSO AQUI.

O FluTour começa pela Sala de Troféus e prossegue pelo Salão Arnaldo Guinle, Tribuna de Honra e Arquibancada Social do Estádio Manoel Schwartz, gramado, vestiário e Sala de Imprensa Nelson Rodrigues. Estes três últimos locais estão sujeitos à disponibilidade. Por fim, o torcedor ou visitante poderá conhecer a pedra onde está gravada a Ata de Fundação do Fluminense, tirar fotos nos bustos de Arnaldo Guinle, Oscar Cox, Castilho, "Casal 20" Assis e Washington e Nelson Rodrigues.

No início da Sala de Troféus, imagens de todos os presidentes são exibidas em um porta-retrato digital. Logo depois, o visitante se depara com um imenso pôster de um dos primeiros times do Fluminense, de 1904, que usava o uniforme branco e cinza, e também com a primeira bandeira da história do clube, nas mesmas cores. Na galeria de memória, ele encontra personagens e fatos marcantes, como a viagem de trem a São Paulo do embrião do time que fundaria o Fluminense, além do paletó tricolor que fez parte da primeira remessa importada da Inglaterra, em 1905, restaurado por especialistas do Museu Histórico Nacional. Um painel conta a breve história de Oscar Cox, fundador do clube, e Preguinho, campeão pelo Flu em oito modalidades diferentes.


Mais à frente, na galeria de Gigantes, destaque para Oswaldo Gomes, recordista de títulos Cariocas entre 1906 e 1919 e autor do primeiro gol da Seleção Brasileira; para o “Casal 20”, Washington e Assis; e para Castilho. O local tem ainda o primeiro vídeo da Sala de Troféus, com depoimentos de ex-jogadores e torcedores ilustres.

Seguindo pelo passeio, diversos jogadores que fizeram história estão expostos num grande painel chamado Guerreiros. As imagens de cada um rodam manualmente, exibindo dados, números e uma pequena história de cada um deles pelo Fluminense.

A linha do tempo é a primeira atração interativa. Para percorrê-la, sem tocá-la, basta fazer um movimento com as mãos. O conteúdo pode ser lido também em inglês, assim como nas principais atrações. Um vídeo com imagens e o som da torcida fazem a ambientação da área.

Os técnicos mais importantes, chuteiras e camisas históricas estão na galeria do vestiário, que faz uma homenagem ao folclórico e já falecido roupeiro Ximbica. As mulheres são lembradas na ala de torcedores. Afinal, foi por causa delas que surgiu a palavra torcida, já que descontavam o seu nervosismo nas partidas torcendo as próprias luvas, como bem observou, no Estádio das Laranjeiras, o ilustre tricolor Coelho Netto. O segundo vídeo da Sala mostra torcedores folclóricos, como o inesquecível Careca, que passava pó-de-arroz por todo o corpo.



Mas é num pequeno recinto com vista para o campo, onde funcionava um almoxarifado, que está uma das galerias mais importantes, que conta a história da sede das Laranjeiras por meio de vídeo e maquetes de 1915, 1920 e 1922, quando aconteceram as principais transformações. Responsável pela maioria das mudanças, o patrono tricolor Arnaldo Guinle recebe, nessa instalação, uma homenagem especial. Uma história que se confunde com a história do futebol e do Brasil. Foi nas Laranjeiras que a Seleção Brasileira disputou o seu primeiro jogo em 1914, com gol de Oswaldo Gomes. E é ali que está exposta a bola da partida. Já no estande de tiro, preparou-se para a Olimpíada de 1920, na Antuérpia (Bélgica), Afrânio da Costa, primeiro medalhista olímpico brasileiro e atleta do Fluminense.

A segunda interatividade vem logo a seguir. Um espelho virtual exibe mais de 30 uniformes históricos do Fluminense. Para isso, o visitante sequer precisa encostar na tela.

As exposições temporárias já homenagearam Nelson Rodrigues, a Torcida Mais Bonita do Brasil, retratou a conquista do tetracampeonato brasileiro em fotos, a relação do Fluminense com a Seleção Brasileira e a conquista do Mundial de Clubes (Copa Rio) de 1952.



E, enfim, a ala das taças e medalhas, dividida em: Esportes Olímpicos (com réplica da Taça Olímpica de 1949 e a medalha de prata de Afrânio da Costa); Campeonatos Cariocas (todos os troféus); Categorias de Base; Torneio Rio-São Paulo (lembrado por um painel); Conquistas Internacionais; Outras Conquistas; e as Grandes Conquistas (os quatro títulos Brasileiros, a Copa do Brasil e o Campeonato Mundial de 1952 – Copa Rio), que trazem com os troféus uma foto do time, do personagem da competição, a história e as estatísticas do campeonato.

O passeio pela história termina com mais interatividade. Com o recurso dos sensores de movimento, é possível passar as páginas dos jornais que noticiaram os títulos do Fluzão. E em dois rádios cenográficos, o ouvinte sintoniza as narrações de gols históricos do Fluminense. O material foi cedido pela Rádio Globo e pela CBN. No fim da Sala de Troféus, o visitante ainda tira uma foto num cartão-postal que pode ser compartilhado em suas redes sociais.

Após a Sala de Troféus, o visitante é direcionado para o Salão Arnaldo Guinle, o famoso Salão Nobre do Fluminense, com seus famosos vitrais franceses, lustres de cristal e afrescos, todos originais da data de sua inauguração, em 1920. Saindo do Salão, o FluTour prossegue pela Tribuna de Honra e Arquibancada Social do Estádio Manoel Schwartz. Logo depois, o torcedor ou visitante será direcionado para o gramado, vestiário do Futebol Profissional e Sala de Imprensa Nelson Rodrigues. A visita termina na pedra onde está gravada a Ata de Fundação do Fluminense, tirar fotos nos bustos de Arnaldo Guinle, Oscar Cox, "Casal 20" (Assis e Washington) e Nelson Rodrigues.

 

Texto: Comunicação/ FFC
Fotos: Lucas Merçon e Mailson Santana/ FFC


próximos confrontos
Campeonato Brasileiro
Chapecoense site
X
Fluminense
30ª RODADA - Dom, 22/10, 19:00 - Arena Condá
Copa Sul-Americana
Fluminense
X
Flamengo site
QUARTAS DE FINAL - Qua, 25/10, 21:45 - MARACANÃ
Campeonato Brasileiro
Fluminense
X
Bahia site
31ª RODADA - Dom, 29/10, 17:00 - MARACANÃ
Copa Sul-Americana
Flamengo site
X
Fluminense
QUARTAS DE FINAL - Qua, 1/11, 21:45 - MARACANÃ
Campeonato Brasileiro
Botafogo site
X
Fluminense
32ª RODADA - Sáb, 4/11, 19:00 - Nilton Santos
Campeonato Brasileiro
Fluminense
X
Coritiba site
33ª RODADA - Qui, 9/11, 21:00 - MARACANÃ
Campeonato Brasileiro
Cruzeiro site
X
Fluminense
34ª RODADA - Dom, 12/11, 18:00 - Mineirão
Campeonato Brasileiro
Corinthians site
X
Fluminense
35ª RODADA - Qua, 15/11, 21:45 - Arena Corinthians
Campeonato Brasileiro
Fluminense
X
Ponte preta %281%29 site
36ª RODADA - Sáb, 18/11, 19:00 - MARACANÃ

Under armour
Frescatto
Tim
Thinkseg
Laboratorios lafe
Brahma3
Gatorade
Parceiro movimento futebol melhor
Parceiro bioleve
Coppertone
99
Vw
Nbtelecom
Parceiro sos mata atlantica
Parceiro cbc