27/03/2020 13:00 - EM
Futebol Feminino
Thaissan Passos avalia futebol feminino do Fluminense
Técnica da modalidade projetou a temporada e deu dicas de leitura para a quarentena


Seja Sócio e tenha vantagens na compra de ingressos, além de descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!


O Campeonato Brasileiro Feminino A2 teve a realização de apenas uma partida antes da paralisação em combate ao COVID-19. No comando do futebol feminino do Fluminense, a técnica Thaissan Passos falou sobre o período de isolamento das atletas e comissão técnica, analisou a temporada passada e projetou a modalidade em 2020.

“Foi um primeiro ano foi de muito aprendizado. A gente precisava mostrar a força do futebol feminino e conseguiu trazer um encanto para a torcida tricolor, conseguir fazer a torcida acompanhar nossos jogos. A nossa base também foi muito vitoriosa, conseguimos colocar jogadoras na Seleção Brasileira Sub-17. Nas competições, conseguimos passar para a segunda fase do Brasileiro A2 e fomos vice-campeãs carioca nas duas categorias: adulto e Sub-18”, destacou a treinadora.

Para Thaissan, o saldo de 2019 foi positivo. “Foi um ano de criação, de desenvolvimento e de estabilidade para que pudéssemos buscar voos mais altos. A gente conseguiu alcançar os objetivos traçados no início da temporada, que era fazer as pessoas enxergarem o futebol feminino do Fluminense como um trabalho sério e consolidado”, comentou. Já em 2020, a técnica esboçou confiança na concretização dos planos.


“Esse ano é de afirmação e a expectativa é a melhor possível, esperamos colher tudo aquilo que a gente plantou em 2019. O maior objetivo do departamento de futebol feminino é buscar o acesso para a Série A1 e a gente está trabalhando incansavelmente para que isso aconteça. Vamos trabalhar jogo a jogo, estamos com a cabeça no lugar, todo mundo focado e trabalhando dia a dia para buscar o acesso”, concluiu.

O departamento de futebol feminino do clube segue todo em isolamento, em adequação à prevenção ao COVID-19. “Tenho certeza que essa situação toda que a gente está vivendo, essa pandemia mundial, vai ser resolvida e a gente vai conseguir colocar em prática tudo aquilo que a gente planejou. O Fluminense merece estar no cenário nacional, em visibilidade com toda sua grandiosidade, tanto no futebol masculino quanto no feminino, e é isso que a gente vai buscar”, disse Thaissan.

“Nós, treinadores, precisamos estar atentos com nossas responsabilidades sociais e não esquecer nossa função, primeiro como educador. Além da influência na formação do cidadão/atleta”, explicou a treinadora, ao dar dicas de livros com conteúdo voltado ao público feminino no esporte.


Dicas de Leitura, por Thaissan Passos:

- "O dia em que as mulheres viraram a cabeça dos homens", do René Simões. Fala da conquista da prata Olímpica, na visão de um treinador que sempre trabalhou com futebol masculino e que conseguiu compreender o universo feminino.

- "Atleta, substantivo feminino", de Oscar Valporto. Fala da fibra, da garra de vinte mulheres que, com certeza, são de grande influência na minha vida, mulheres referências, que levaram o esporte brasileiro aos lugares mais altos do pódio.

- "Educação Olímpica e Responsabilidade Social", de Katia Rubio (org). Esse livro é muito relevante para todas as pessoas que defendem o acesso ao esporte e ao lazer como direitos sociais de todos os cidadãos.


Texto: Comunicação/ FFC
Fotos: Mailson Santana/ FFC





Umbro original
Sika original
Tim original
Docerio original
Gatorade original
Brahma original
Futebolmelhor original
Bioleve original
Puri original
Bassan original
Flaviohermolin original
Rentv original
Nhj original
Nb original
Radlink original
Thermohuman original
Bodymetrix original
Vaccini original
Top on original
Parceiro cbc original
Singular original
Opusseg original
Mazars original