08/10/2020 11:37 - EM
Olímpico
Polo aquático Tricolor treina de olho no Brasil Open
Competição será disputada entre os dias 18 e 22 de novembro, em Bauru, São Paulo


O time adulto de polo aquático do Fluminense já tem data para matar a saudade de competir. A equipe comandada pelo técnico André Raposo, o Quito, disputará o Brasil Open de 18 a 22 de novembro, em Bauru, São Paulo, em sua primeira competição em um ano que teve o calendário interrompido pela pandemia de coronavírus.

Seja Sócio e tenha vantagens na compra de ingressos, além de descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!

Obrigados a treinar em casa durante cinco meses devido ao isolamento social, os atletas retornaram aos treinos presenciais em meados de agosto. Após priorizar a parte física por causa do longo tempo longe da piscina e do protocolo de segurança estabelecido pelo Fluminense, a equipe já treina a parte técnica e tática de olho na disputa do Brasil Open.

"Os atletas estavam treinando em casa mais para manter o peso corporal, já que o polo é um esporte muito específico e você aproveita pouco desse treino dentro da água. A volta ao clube foi tranquila, mas tivemos que treinar a parte física por um período mais longo que o normal. Foi um retorno gradativo para os atletas poderem fazer um treino mais intenso. Depois começamos a treinar com bola, fazendo um trabalho técnico mais específico e, agora, já estamos fazendo treinamento tático e simulação de jogo", explicou Quito.

O Fluminense ainda não sabe quem enfrentará em sua estreia no Brasil Open, mas o técnico Tricolor acredita que sua equipe chegará em igualdade de condições com os seus adversários.

"Acho que a questão física não será problema porque as equipes tiveram quatro, cinco meses para treinar, tempo suficiente para chegar 100%. Porém, as partidas terão menos volume de jogo. Os atletas já vão chegar para a competição alvo e, por mais que a gente faça treino coletivo, não é a mesma coisa que jogo. Mas vai chegar todo mundo igual, o que é ruim para o Fluminense é ruim para os outros também. Está todo mundo na mesma condição", finalizou Quito.

Texto: Comunicação/FFC
Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA





Umbro original
Sika original
Tim original
Docerio original
Gatorade original
Brahma original
Zinzane original
Hotelnacional original
Bioleve original
Puri original
Ambipar original
Bassan original
Flaviohermolin original
Rentv original
Nhj original
Nb original
Telecall original
Thermohuman original
Bodymetrix original
Vaccini original
Top on original
Parceiro cbc original
Singular original
Opusseg original
Universidade original
Coachid original
Mazars original
Ncores original