20/11/2021 10:20 - EM
Futebol
"Herdeiros de Chico Guanabara": Flu lança web série e promove ações no Dia da Consciência Negra
Jogadores vão levar nomes de personalidades negras da história do clube na camisa no jogo contra o América-MG, neste domingo, no Maracanã


De Escurinho a Didi, de Cartola a Washington e Assis e de Jovelina Pérola Negra a Waldo, o Fluminense orgulha-se de carregar em sua história inúmeras personalidades negras que empunham força, ancestralidade e identidade. Por isso, o Time de Todos acredita que as ações e homenagens não devem se restringir ao dia 20 de novembro, quando é celebrado o Dia da Consciência Negra. Esta data será, portanto, apenas o ponto de partida de uma web série produzida pela FluTV cujo foco é abordar a temática tendo como fio condutor a história de Chico Guanabara, um negro, favelado, capoeirista e tricolor.

Dividida em 12 capítulos, a "Herdeiros de Chico Guanabara" vai se aprofundar na história daquele que é historicamente reconhecido como o primeiro torcedor de futebol do Brasil. Sabe-se que o futebol, no início do Século XX, era um esporte frequentado pela elite do Rio de Janeiro, então capital federal. É nesse contexto sócio-histórico que Chico Guanabara constrói o seu “modo de torcer” de maneira singular.

A partir disso, a série vai navegar por temáticas e personagens cujas histórias se misturam com a do Fluminense. "Herdeiros de Chico Guanabara" discutirá o racismo estrutural e suas implicações nos corpos negros, a Belle Époque e o uso do pó de arroz, a profissionalização do futebol brasileiro, as subjetividades dos negros atletas e torcedores do Tricolor. Também será abordada a vilanização do Fluminense no contexto da “democracia racial”, a cultura popular e sua relação com Laranjeiras, as torcidas associativas e suas práticas de sociabilidade, os ídolos negros e, por fim, o Fluminense como time de todos e de todas.



O primeiro episódio da web série vai ao ar neste sábado (20/11), às 20h, na FluTV. Os sócios terão acesso em primeira mão na aba de conteúdo exclusivo da nova plataforma, em nense.com.br. Os próximos episódios serão lançados mensalmente, sempre no dia 20 de cada mês, até outubro do ano que vem.

As ações do Fluminense não param por aí. Na partida deste domingo, contra o América-MG, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Maracanã, os jogadores vão entrar em campo e jogar com o nome de personalidades negras da história do clube estampado em suas camisas. Todos os 23 atletas relacionados para o confronto recordarão diferentes personagens que já morreram.

Todas as camisas serão leiloadas na plataforma Play for a Cause e a quantia arrecadada será destinada às entidades “Nóiz Projeto Social” e “Escola de boxe Eduardo Cardoso - Team Cachorrão”. O leilão das peças será aberto às 14h deste sábado (20/11) e acontece até o próximo dia 30/11. O lance mínimo para cada camisa é de R$ 700,00.



Marcão, um dos únicos técnicos negros entre os 20 times da Série A do Brasileirão, também participará das ações. Ele vai doar duas camisas autografadas – uma polo utilizada por ele no jogo e uma nova camisa 3 do Tricolor, na cor cinza, com seu nome gravado e o número 5 estampado às costas. As peças serão entregues à CBF para leilão da entidade junto com a Play for a Cause em prol do Observatório do Racismo.

Texto: Comunicação/FFC

Seja Sócio e receba conteúdos exclusivos, além de ter descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!





Umbro orig original
Betano original
Gazin original
Tim original
Patrocinio.jpg original
Hotelnacional original
Brahma original
Zinzane original
Orthopride original
Samoc original
Avanutri original
Aguiabranca original
Puri original
Bluepex original
Rentv original
Nhj original
Nb original
Telecall original
Thermohuman original
Bodymetrix original
Vaccini original
Top on original
Singular original
Opusseg original
Coachid original
Donna original
Estacio original
Cbc original
Dmcremocoes original
Prosoccer original
Fourtrade original
Phnorte original
Playermaker original