21/07/2022 23:03 - EM
Futebol | Clube
Fluminense assina contrato de revitalização da sede de Laranjeiras
Estádio passará por restauração para receber jogos oficiais


Seja Sócio e receba conteúdos exclusivos, além de ter descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!


No aniversário de 120 anos, o Fluminense tem mais um motivo para comemorar. Nesta quinta (21/07), o clube assinou contrato com o escritório de arquitetura Apiacás e o IDEC - Instituto para o Desenvolvimento do Esporte e da Cultura, para a revitalização do estádio e da sede de Laranjeiras, respeitando todas as regras de tombamento.  As melhorias vão possibilitar a realização de jogos oficiais, com capacidade de pouco mais de 7 mil pessoas. O que foi um sonho por muito tempo, começa a ganhar forma e vai sair do papel.


"Estou muito feliz com este avanço. É um sonho da torcida e o mais importante é ser um projeto pé no chão. Não adiantava ter a ilusão de criar um obra grandiosa, que não possa ser feita. O importante é respeitar as leis, saber o que pode ser feito e oferecer um local com segurança para o torcedor. Foi um processo transparente e me sinto honrado em dar mais esse presente para o Fluminense", disse o presidente Mário Bittencourt.  


Com 22 anos de existência e comandado pelos sócios Anderson Freitas e Pedro Barros, o escritório Apiacás foi escolhido por ter atendido aos requisitos do Fluminense e do IDEC, com um plano diretor e um projeto arquitetônico completo:


"Um projeto como esse é interessante e bem-vindo por ter sido pensado pela diretoria do clube, que o entendeu como um programa que precisava ser pensado com calma. Não é um espaço que precisa ser apenas restaurado, ele precisa ser repensado, reprogramado e isso vai além de uma simples revitalização, dentro de novas normas de segurança e modernização. O entendimento é de analisar o clube como uma máquina", avaliou Anderson Freitas, sócio do Apiacás.


Como a sede do clube é um patrimônio tombado, o IDEC e o INEPAC -  Instituto Estadual do Patrimônio Cultural precisam trabalhar juntos na revitalização. O INEPAC dedica-se à preservação do patrimônio cultural do Estado do Rio de Janeiro, elaborando estudos, fiscalizando e vistoriando obras e bens tombados, emitindo pareceres técnicos. Já o IDEC funciona como elo entre o clube e os arquitetos:


"O IDEC centraliza toda a ação, trabalhando para viabilizar as mudanças e trazer transparência. Por ser um prédio tombado, organizamos o cronograma com os engenheiros, fazemos o acompanhamento de perto dos orçamentos e cronograma. Nosso trabalho é seguir o que a legislação precisa e prestar contas de tudo. Nós conseguimos dizer o que e possível ou não, de acordo com as regras e recursos", contou Tainá Rodrigues, analista de projetos do IDEC.


Vale lembrar que o Fluminense foi pioneiro e construiu o primeiro estádio de cimento da América Latina, o Estádio de Laranjeiras, que agora será revitalizado. Sede do Campeonato Sul-Americano de Seleções, atual Copa América, e dos Jogos Olímpicos Latino-Americanos, atualmente Jogos Pan-Americanos, é conhecido como o estádio onde o Brasil jamais perdeu.


Texto: Comunicação/FFC
Fotos: Marina Garcia/FFC





Umbro orig original
Betano original
Frescatto original
Gazin original
Tim original
Patrocinio.jpg original
Univassouras original
Hotelnacional original
Brahma original
Zinzane original
Orthopride original
Samoc original
Avanutri original
Aguiabranca original
Puri original
Bluepex original
Rentv original
Telecall original
Bodymetrix original
Vaccini original
Top on original
Coachid original
Donna original
Cbc original
Dmcremocoes original
Prosoccer original
Phnorte original
Playermaker original
Prata original