21/03/2019 23:00 - EM
Olímpico
Flu perde o segundo jogo contra o Praia Clube e deixa a Superliga
Time de Guerreiras precisava da vitória em casa para forçar uma terceira rodada


O Fluminense se despediu da Superliga Cimed nesta quinta, 21, após perder para o Praia Clube por 3 sets a 0 com parciais de 15x25, 15x25 e 21x25. O Time de Guerreiras jogou em casa a segunda rodada dos playoffs, mas a derrota na partida tirou as Tricolores da competição. Nas quartas de final, disputada em melhor de três jogos, as mineiras, atuais campeãs da competição, já tinham vencido o primeiro duelo e com mais um resultado positivo se classificaram para a semi.

O jogo:

Quem abriu o marcador foi o Fluminense, bem no saque de Ju Carrijo, na troca de passes e com Pri Daroit colocando o time na vantagem. Com um jogo rápido, o Praia abriu três pontos (8 a 5), mas a reação veio com a ponteira Thaisinha, que diminuiu a diferença. Novamente com a equipe de Uberlândia na frente (15 a 9), o técnico Hylmer Dias pediu tempo, fez substituições, mas não evitou a derrota por 25 a 15.

O Flu melhorou no início do segundo set. Voltou mais atento e tinha a força de Lara Nobre na rede. Joyce marcando para as tricolores encostou no placar, deixando um ponto de diferença (10 a 9) e quem pediu pausa foi o Praia, que errava bastante os passes e saques. Na metade da parcial, foi o Flu que se atrapalhou e o bloqueio forte das mineiras ajudou a repetir o placar anterior.

No terceiro set, os times alternaram mais o placar. O Flu se impôs, Pri Daroit pontuou e deixou tudo igual (7 a 7). Bola fora do Praia e as tricolores viraram o jogo (12 a 11). Com Arianne em quadra, o Time de Guerreiras abriu dois pontos (15 a 13) e seguiu na vantagem, ainda que por pouco tempo. Um ace da equipe de Uberlândia mudou o jogo. As adversárias não saíram mais da liderança, fecharam com vitória e definiram quem continuava na competição. O Praia Clube aguarda o vencedor de SESC-RJ e Bauru. As paulistas venceram a primeira partida e fazem o segundo duelo nesta sexta, às 21h30.

Para a oposta Joycinha, a superação é a marca da equipe tricolor:

"É um campeonato longo, com os melhores times do país. Pegamos o Praia Clube, que é o atual campeão. Sabíamos que seria difícil, mas conseguimos superar os momentos em que as vitórias não vinham, contornamos muita coisa. Em alguns momentos pensamos até que a classificação não viria e chegamos até aqui. Agora precisamos trabalhar e pensar na próxima temporada. Não são todos os times que se classificam e foi o nosso caso. O saldo é positivo. O Fluminense vem conquistando seu espaço".

O Minas Tênis, líder da competição, também garantiu vaga na semifinal, com duas vitórias sobre o Curitiba Vôlei. O adversário na próxima fase sairá do confronto entre Osasco e Barueri.

Flu em quadra com: Lara Nobre e Letícia Hage (centrais), Pri Daroit e Thaisinha (ponteiras), Sassá (líbero), Joyce (oposta) e Ju Carrijo (levantadora). Entraram: Arianne (oposta), Larissa (central), Vivian (levantadora) e Teny (líbero). O técnico é Hylmer Dias.

Foto: Mailson Santanna/FFC








Ua original
Tim original
Autovisa original
Fortevir original
Kashbet2 original
Azeiteroyal original
Gatorade original
Brahma original
Futebolmelhor original
Bioleve original
Puri original
Bassan original
Flaviohermolin original
Rentv original
Nhj original
Nb original
Radlink original
Grupoentreter original
Thermohuman original
Bodymetrix original
Vaccini original
Redeon original
Parceiro cbc original
Opusseg original