23/01/2021 17:22 - EM
Futebol | Clube
Criada em 1933, Liga Carioca de Football iniciou a profissionalização do esporte no Brasil
Liderada pelo Fluminense, na figura do patrono Arnaldo Guinle, a criação da entidade recebeu o aval de América, Bangu e Vasco



Seja Sócio e tenha vantagens na compra de ingressos, além de descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!


O encontro entre representantes de Fluminense, América, Bangu e Vasco, no dia 23 de janeiro de 1933, em Laranjeiras, selou a criação da Liga Carioca de Football. Liderado por Arnaldo Guinle, dois anos após deixar a presidência do Tricolor, o movimento deu início à profissionalização do "esporte bretão" no Brasil.


Na época, havia o chamado "amadorismo marrom", quando clubes pagavam aos seus jogadores gratificações ou, ainda, vencimentos. Assim, grandes agremiações brasileiras, especialmente do eixo Rio-São Paulo, passaram a perder seus principais nomes para Europa ou mesmo para vizinhos na América do Sul, como Argentina e Uruguai, onde o futebol já era tratado de maneira profissional.



A adoção do profissionalismo entrou de vez na pauta dos cartolas cariocas em 1932. Na sequência, em sigilo, uma comissão encabeçada por Arnaldo Guinle, patrono do Fluminense, começou a estudar as regulamentações de outros países, adaptando-as à realidade brasileira, para tornar público, em janeiro de 1933, o estatuto da liga.


Naquele momento, Botafogo e Flamengo preferiram o amadorismo. A própria Confederação Brasileira de Desportos, a princípio, se colocou contra a profissionalização, o que contribuiu para o fracasso da Seleção na Copa do Mundo de 1934, quando só convocou amadores.


Em campo, o futebol profissional deu seu primeiro passo no Estádio das Laranjeiras. Em 16 de abril de 1933, o Time de Guerreiros levou a campo sua primeira equipe de profissionais para enfrentar o Corinthians. O amistoso terminou empatado em 4 a 4.


Com a profissionalização, o Tricolor reforçou seu elenco com jogadores de diferentes regiões do país. Alguns deles, como Tim, Romeu, Brant, Russo e Hércules, se tornaram ídolos, visto que protagonizaram uma Era de Ouro do clube, com cinco títulos em seis anos (1936/37/38/40/41).


Textos:Flu-Memória
Fotos: Flu-Memória - Arquivo



Umbro original
Sika original
Tim original
Testfy original
Hotelnacional original
Brahma original
Zinzane original
Betmotion original
Bioleve original
Puri original
Ambipar original
Bassan original
Flaviohermolin original
Rentv original
Nhj original
Nb original
Telecall original
Thermohuman original
Bodymetrix original
Vaccini original
Top on original
Singular original
Opusseg original
Coachid original
Donna original
Mazars original
Ncores original
Cbc original