19/09/2020 10:00 - EM
Olímpico
Atletas treinam para formar dueto Tricolor no Pré-Olímpico de nado artístico
Luisa Borges e Maria Bruno disputarão Seletiva sob olhar da técnica Twila Cremona


Seja Sócio e tenha vantagens na compra de ingressos, além de descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!

As atletas do Fluminense Luisa Borges e Maria Bruno estão na reta final da preparação para a seletiva que definirá o dueto titular de nado artístico do Brasil, nos dias 3 e 4 de outubro. Caso conquistem a vaga, Luisa e Maria, juntamente com Twila Cremona, técnica do Flu e da seleção brasileira, representarão o país no Pré-Olímpico para os Jogos de Tóquio, dias 4 e 7 de março de 2021, na capital japonesa, em um trio 100% Tricolor.

Após quase quatro meses treinando em casa devido ao isolamento social imposto pela pandemia de coronavírus, as tricolores retornaram às atividades na piscina no início de julho, quando a Marinha cedeu a piscina do Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (Cefan) para o dueto brasileiro de nado artístico. Antes de retomar os treinos no Parque Aquático, elas ainda fizeram parte da Missão Europa, viagem a Portugal organizada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) visando a preparação para Tóquio 2020.

"Os treinamentos no Cefan e em Portugal foram muito importantes, deu para melhorar muito o planejamento delas tanto na parte física quanto na parte técnica. De qualquer forma, tivemos que ir bem devagar devido ao longo tempo longe da piscina. Ainda não estamos 100%, elas estão um pouco cansadas, mas muito focadas na Seletiva e no Pré-Olímpico.

Atualmente reserva do dueto, Maria Bruno viu sua sorte mudar com o adiamento dos Jogos Olímpicos. Antes, a atleta da seleção brasileira sequer treinava com as titulares Luisa Borges e Laura Miccuci, do Flamengo. Com a mudança de data, ela passou a fazer parte dos treinamentos e ganhou uma nova chance de disputar uma vaga de titular.

"No início da pandemia já estava treinando virtualmente com a equipe e, assim que recebi a notícia que disputaria vaga no dueto titular, transformei meu treino para fazer junto com a Luisa e a Laura. As três atletas são muito boas, estamos treinando muito bem, com o mesmo objetivo e um espírito de time muito legal. A parte ruim é que uma das três não poderá ir, mas isso faz parte do esporte e precisamos estar preparadas para isso. Estou indo com todas as minhas forças para conseguir essa vaga no dueto titular e, depois, nos Jogos Olímpicos", disse Maria Bruno.

Atual titular do dueto, Luisa Borges não vê problema em disputar uma nova Seletiva. Na primeira avaliação, realizada no fim do ano passado, a atleta do Fluminense ficou em primeiro lugar.

"Será mais uma disputa interna. Não será a primeira Seletiva, essa é apenas uma continuação do trabalho que vem sendo feito. Disputarei pensando no dueto e, para mim, não existe isso de primeiro ou segundo lugar e sim o que é melhor para o Brasil. Acredito que vai ser escolhido o melhor para o país para conquistarmos essa vaga em Tóquio 2020", finalizou Luisa.





Umbro original
Sika original
Tim original
Docerio original
Gatorade original
Brahma original
Zinzane original
Hotelnacional original
Bioleve original
Puri original
Ambipar original
Bassan original
Flaviohermolin original
Rentv original
Nhj original
Nb original
Telecall original
Thermohuman original
Bodymetrix original
Vaccini original
Top on original
Parceiro cbc original
Singular original
Opusseg original
Universidade original
Coachid original
Mazars original
Ncores original