18/03/2018 19:24 - EM
Futebol
Abel destaca desempenho coletivo e classificação em primeiro
Treinador analisou a atuação dos reservas no empate com a Cabofriense, que confirmou a vaga nas semis da Taça Rio


Seja Sócio e tenha vantagens na compra de ingressos, além de descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!

Com o empate em 1 a 1 com a Cabofriense neste domingo, no Estádio Elcyr Resende, o Fluminense confirmou a classificação para a semifinal da Taça Rio e encerrou sua participação na fase classificatória na liderança do grupo C com 13 pontos, além de manter a invencibilidade na competição. O técnico Abel Braga elogiou o desempenho dos seus comandados e projetou mais uma partida difícil contra o Flamengo nas semifinais.


SEMIFINAL

Fla-Flu é especial. Nós sabemos que é um jogo duro para os dois lados. A vantagem é mínima, mas o importante é se apresentar bem. Acho que dá um pouco de glamour disputar um jogo com mais público. Conseguimos terminar a Taça Rio de forma invicta. Agora é preparar o pessoal, a dificuldade é sempre muito grande para os dois lados.

ADVERSÁRIO

Sabia que ia pegar um grande, a menos que surgisse uma surpresa, como foi no primeiro turno o Boavista. Procuramos sempre fazer nosso melhor, independente de quem vier, a dificuldade é sempre muito grande. Não dá para fazer previsão. Tentamos sempre chegar em primeiro e é o que vamos fazer na quinta-feira, trabalhar muito para chegar na final.

EXPECTATIVA

Minha equipe vai jogar da mesma maneira que vem jogando. Vamos tentar fazer o melhor jogo possível e ter um bom resultado. Vamos fazer de tudo para quinta-feira fazer a torcida Tricolor se sentir orgulhosa. É Fla-Flu e isso dá uma motivação extra. Esperamos contar com o torcedor. Estamos procurando fazer nosso máximo, nosso melhor, o torcedor pode ter certeza disso.

ANÁLISE

Douglas hoje é um jogador considerado titular, não estava jogando porque estava com problemas físicos e parece que hoje esse problema deixou de existir. Fico muito contente com isso. O Airton mostrou para nós a importância dele dentro de uma equipe, mas sabíamos que ele ia sair aos 65 ou 70 minutos, ia depender dele, porque estava desde junho sem jogar. Duas grandes surpresas para mim foram o Léo e o Pablo Dyego. O Léo suportou muito bem, deu um apoio muito qualificado, mesmo sem estar entrosado com a equipe. O Pablo, apesar do calor, segurou muito bem a bola, muita velocidade e muita força física. Faz a gente pensar. O futebol é assim, o jogador tem que aproveitar a oportunidade.

EVOLUÇÃO DA EQUIPE

É um time que vem jogando junto e está evoluindo coletivamente. Temos um ou dois que estão oscilando ainda. Então temos que prepará-los para que sempre tenhamos um rendimento coletivo bom, uma equipe que saiba exatamente aquilo que vai fazer dentro de campo e procurar ter o máximo de jogadores possível no seu melhor nível.

Texto: Comunicação/ FFC 
Fotos: Mailson Santana/ FFC





Ua original
Tim original
Autovisa original
Fortevir original
Kashbet2 original
Azeiteroyal original
Gatorade original
Brahma original
Futebolmelhor original
Bioleve original
Puri original
Bassan original
Flaviohermolin original
Rentv original
Nhj original
Nb original
Radlink original
Grupoentreter original
Thermohuman original
Bodymetrix original
Vaccini original
Redeon original
Parceiro cbc original
Opusseg original