Sede

A atual sede do Fluminense Football Club fica na Rua Álvaro Chaves 41, no bairro de Laranjeiras, no Rio de Janeiro. Conheça um pouco mais sobre a sua história:

Com o desenvolvimento do projeto de Hypolito Pujol, a antiga sede e o campo começaram a desaparecer. A famosa arquibancada de madeira coberta de zinco foi adquirida pelo Sport Club do Recife e o local foi se transformando. O sonho tricolor não era apenas a construção de um estádio, mas, sim, erguer uma das maiores sedes do Brasil. Dessa forma, foi instituído um “livro de ouro” na tentativa de obter recursos.

O sucesso da iniciativa foi grande e a Praça de Esportes tricolor crescia a cada dia. Devido à epidemia de gripe de 1918, o Sul-Americano foi adiado para o ano seguinte, fornecendo aos dirigentes tricolores mais tempo para o trabalho.

Em 21 de janeiro de 1919, o Cardeal Dom Joaquim Arcoverde benzia as novas instalações, participando da festa de entrega da piscina aos associados. Em 11 de maio daquele ano, o Estádio de Álvaro Chaves era, finalmente, inaugurado com a partida entre Brasil e Chile pelo Sul-Americano. Era o primeiro estádio construído no Brasil para grandes espetáculos. Sua capacidade era de 18 mil espectadores. O Brasil venceu o Chile por 6 x 0 e, ao final da competição, em decisão contra o Uruguai, conquistava seu primeiro título internacional.

Em 18 de novembro de 1920, a nova sede foi totalmente inaugurada e Arnaldo Guinle recebeu grandes homenagens.

Em 1922, o Fluminense foi mais uma vez lembrado e, no Centenário da Independência do Brasil, com o auxílio do governo, que escolheu o clube para as competições, começaram as obras de ampliação. Foram construídos o ginásio, a pista de atletismo, o estande de tiro, as quadras de tênis e melhorias no estádio. Agora, o Estádio de Álvaro Chaves passava a ter capacidade de receber aproximadamente 20 mil torcedores, sendo mais uma vez conseguido um título internacional para o Brasil em terras tricolores.

Em 1961, após dois anos de entendimentos iniciados com a Prefeitura do antigo Distrito Federal e, posteriormente, com o Governo do então Estado da Guanabara, o Fluminense teve parte de seu terreno desapropriado pela Sursan, em uma faixa de terreno situada na Rua Pinheiro Machado.

O Fluminense Football Club, pela desapropriação de uma área de 1.084,95 metros quadrados, recebeu a quantia em dinheiro de Cr$ 49.703.000,00 e mais as áreas remanescentes dos terrenos da esquina das ruas Álvaro Chaves e Pinheiro Machado, no valor de Cr$ 31.355.000,00.

O Fluminense prestava novamente à cidade mais um serviço, embora com o sacrifício de seu próprio patrimônio para o crescimento do bairro. Hoje em dia, a capacidade do estádio está reduzida a oito mil torcedores e o campo mede 72 x 105 metros.

No dia 11 de maio de 2009, o Estádio das Laranjeiras completou 90 de história e, por isso, ganhou da torcida tricolor uma faixa em sua homenagem com os dizeres ‘Aqui nasceu o futebol do Brasil’.

Para que tricolores de todo o Brasil tenham noção da sua grandiosidade, principalmente os que não conhecem a sede, segue uma sequência de fotos das principais áreas e atrativos das instalações. Após a recuperação geral das instalações da sede em 2011, em 2012 foram realizadas grandes intervenções, como o novo Bar da Piscina, a reforma das quadras de tênis, a nova Sala de Troféus e o bar e restaurante temático do Salão Social. E nos próximos dias será entregue um Parque Aquático mais moderno.

Você tricolor deveria aproveitar tudo o que nos é oferecido e passar a fazer parte do quadro social do Fluminense Football Club.

Lugar de tricolor é, e será sempre, nas Laranjeiras!