Histórico

O Futebol de Mesa, popularmente conhecido como jogo de botão, é uma criação brasileira. Em 1930, o carioca Geraldo Décourt teria inventado e escrito as primeiras regras do jogo, que seria praticado com peças feitas de um material chamado celotex.

A criatividade do brasileiro e a empolgação pelo novo esporte fizeram com que outros materiais fossem utilizados na fabricação das peças: osso, casca de coco, madrepérola, galalite, baquelite, tampa de relógio, plástico e acrílico passaram a ser utilizados como matéria prima na produção dos botões.

A grande conquista da modalidade aconteceu em 1988, quando o CND – Conselho Nacional de Desportos – reconheceu oficialmente o futebol de mesa como esporte.

A partir dessa data, o esporte foi se organizando e surgiu a CBFM – Confederação Nacional de Futebol de Mesa -, além das federações de vários estados no País. No Rio de Janeiro, somos filiados a FEFUMERJ – Federação de Futebol de Mesa do Rio de Janeiro.

Modalidades

Durante muito tempo, cada federação interpretava as regras do jogo de uma forma. Após a oficialização como esporte, as regras foram unificadas e hoje estão divididas nas modalidades disco, pastilha, bola de feltro e dadinho.

As diferenças entre as modalidades são: tempo de jogo, número máximo de toques por jogador, toques por equipe, tipo de botões, goleiro, bola e traves. O Fluminense disputa as modalidades bola de feltro e dadinho.

Futebol de Mesa no Fluminense

O futebol de mesa do Fluminense nasceu em 2001, com a modalidade bola de feltro. Os atletas jogavam pelo clube, mas treinavam em espaço externo. Em 2003, a sede das Laranjeiras ganhou uma sala para a prática do esporte. Na ocasião, os praticantes dividiam o espaço com os sócios que jogavam tênis de mesa. Novos adeptos foram chegando e, com investimento dos próprios atletas, a sala foi melhorada, representando muito bem o nosso tricolor.

No ano de 2006, um novo grupo de atletas começou a praticar a modalidade dadinho. Em pouco tempo, os jogadores começaram a conquistar resultados dignos das tradições tricolores. Contando com vários adeptos, a prática do futebol de mesa vem crescendo dentro do clube. Com isso, o esporte conquistou definitivamente o seu lugar no coração dos tricolores, formando assim o Departamento de Futebol de Mesa.