Jogador completa 21 anos e sonha com a Libertadores de presente

O futebol ainda é moleque. Com ousadia e velocidade, ele busca as jogadas mais improváveis. Na maioria das vezes, o resultado é positivo. Há 21 anos nascia uma das promessas do Fluminense que virou realidade. Depois de se destacar como revelação do Campeonato Brasileiro, no empréstimo ao Figueirense, em 2011, retornou ao Flu para a conquista do tetracampeonato. Wellington Silva Sanches Aguiar, ou simplesmente Wellington Nem, completa sua maioridade nesta quarta-feira, 6, e espera dias ainda mais vitoriosos com a camisa do clube de coração:

– Vou pedir a Deus que me ilumine, me dê muita saúde, não só a mim, mas a todos os meus familiares. Que me dê muita força para que eu continue trabalhando e mostrando meu talento no Fluminense.

Há uma semana da estreia na Libertadores, o Fluminense busca o título inédito da competição continental e Wellington Nem não foge do seu maior desejo com a camisa tricolor na temporada:

– É lógico que eu escolheria de presente o título da Libertadores. Quero fazer história com essa camisa e vou lutar com os meus companheiros para isso.

O Fluminense estreia na Libertadores contra o Caracas, na Venezuela, na próxima quarta-feira, 13, às 22h de Brasília. Recuperado da pancada no tornozelo direito sofrida no clássico com o Botafogo, Wellington Nem treinou normalmente na terça-feira, 5, e espera ter seu nome relacionado para enfrentar o time venezuelano. A torcida também está na expectativa. Que continue alçando voos mais altos com a camisa tricolor.

Autor: Marcos Benjamin (Assessoria de Imprensa)
Foto: Nelson Perez / Fluminense FC