Fluminense conquista a Copa Rio e é campeão mundial de clubes de 1952

O Fluminense é o campeão mundial de clubes de 1952. Com o empate em 2 a 2 com o Corinthians no Maracanã, o Tricolor conquistou, de maneira invicta, a II Copa Rio. O time fez a melhor campanha da competição. Em sete jogos, foram cinco vitórias e dois empates, com 14 gols a favor e apenas quatro sofridos. Os gols tricolores na partida histórica, que fez a festa da torcida no ano do cinquentenário do Retumbante de Glórias, foram marcados por Didi e Marinho.

Além do tricolor, o torcedor carioca também tem móvitos para festejar. Além de ser um título de expressão mundial, essa conquista foi um marco para o futebol do Rio de Janeiro. Pela primeira vez o torcedor carioca pôde comemorar um título mundial no Maracanã, algo que estava engasgado desde a perda da Copa do Mundo, dois anos antes.

Um dos destaques do Fluminense na campanha do mundial, o atacante Marinho teve suas chuteiras perpetuadas em bronze. O material está, atualmente, exposto na nova Sala de Troféus do Fluminense. Em destaque, no espaço, está a taça da conquista do mundial de 1952.

A partida

O Fluminense começou a partida pressionando o Corinthians. Quincas, por duas vezes, teve a chance de marcar logo no início do jogo. Até que aos 10 minutos saiu o primeiro gol tricolor. Marinho abriu para Telê na ponta direita. O Fio de Esperança cruzou e a bola parecia que iria sair. Até que Didi apareceu e, de cabeça, deslocou Gilmar e mandou a bola para as redes.

O time tricolor continuou melhor na partida. Quincas e Marinho tiveram chances de ampliar. Aos poucos, porém, o Corinthians equilibrou a partida e passou a pressionar, já que precisava tirar uma vantagem de três gols do Fluminense. Carbone e Colombo, no fim do primeiro tempo, concluíram para fora as chances que tiveram.

O time paulista voltou melhor para a segunda etapa. Aos 11 minutos, Jackson empatou a partida, após confusão na área tricolor. O empate fez com que o Fluminense buscasse novamente o ataque e o gol não demorou a sair. Aos 19 minutos, Pinheiro levantou a bola na área e Marinho cabeceou com categoria para fazer 2 a 1.

O gol fez com que as mais de 53 mil pessoas presentes ao Maracanã explodissem de alegria. O Fluminense estava próximo de ser campeão mundial e a torcida já festejava antes do fim da partida. Nem o gol de empate do Corinthians, feito por Souzinha, no último minuto, foi capaz de diminuir a alegria dos torcedores. Foi só dar a saída de bola e esperar o árbitro francês Gabriel Tordjmann apitar o fim da partida.

Festa no Maracanã, festa no Rio de Janeiro, festa no Brasil: o Fluminense era campeão mundial de clubes de 1952.

FICHA TÉCNICA

Fluminense 2 x 2 Corinthians
2/8/1952
Local: Maracanã
Árbitro: Gabriel Tordjmann (FRA)
Renda: Cr$ 1.506.379,00
Público: 53.074
Gols: Didi 10′/1ºT e Marinho 19′/2ºT (FLU), Jackson 11′/2ºT e Souzinha 45′/2ºT (COR)
Fluminense: Castilho, Píndaro, Pinheiro (Nestor); Jair Santana, Édson, Bigode; Telê (Róbson), Didi, Marinho, Orlando e Quincas. Técnico: Zezé Moreira
Corinthians: Gilmar, Homero, Olavo; Idário (Sula), Goiano, Julião; Cláudio, Luizinho (Souzinha), Carbone, Jackson e Colombo. Técnico: Rato

O site oficial do Fluminense Football Club termina, com este texto, a série de crônicas que conta a epopeia do título mundial de 1952, com a conquista da Copa Rio. A cada data das partidas da época, o site publicou uma crônica contando como foi o jogo, para que o torcedor tricolor pudesse acompanhar e recordar aquele título. Os textos têm como base o relato de jornais. As imagens que ilustram são reproduções das que foram publicadas em revistas e jornais da época.

Texto: Leonardo Zanelli (Assessoria de Imprensa – FFC)
Foto da capa: Reprodução da revista Esporte Ilustrado