12/11/2017 11:15 - EM
Futebol | Clube
Pioneira no Rio de Janeiro, Fluminense Run tem sucesso absoluto
Primeira edição da corrida de rua de um clube carioca percorreu pontos turísticos da Cidade Maravilhosa



A manhã deste domingo, 12 de novembro, ficou marcada pelo pioneirismo do Fluminense. Desta vez, o Tricolor tornou-se o primeiro clube de futebol do Rio de Janeiro a realizar uma corrida de rua na Cidade Maravilhosa. A Fluminense Run teve sucesso absoluto entre os participantes e misturou corredores de diversas partes do país com as cores grená, branco e verde, com largada na Praça Mauá e passando pelas principais avenidas do Porto Maravilha, como o túnel Rio 450 anos e o túnel Marcello Alencar.


Quase 3 mil inscritos disputaram as provas na modalidade corrida de 5k e de 10k, além da caminhada. Como prêmio, a medalha no peito não significou apenas o dever cumprido, mas também, mostrou a importância da confraternização, da reunião de cariocas de diferentes idades e torcidas que vestiram uma única camisa: a da saúde. Para Emanuel Rego, diretor executivo dos esportes olímpicos do clube, a inovação foi a principal marca da Flu Run.

“Muitas coisas fizeram a diferença, como o ambiente fantástico, o percurso que passou por diversos pontos turísticos. A corrida de rua vai além da prática esportiva, pois é um esporte de participação e aqui tivemos muita diversidade, como mães correndo com seus filhos, grupo de amigos de caminhada e corrida, idosos, isso é agregar. Na largada, todo mundo cantando hinos da torcida, é um sentimento muito familiar. Eu, que sou de esporte de alto rendimento, fiquei muito orgulhoso de ver o diferencial do Fluminense, agregando, trazendo o esporte de participação como diferencial”, disse.


Quem também elogiou a organização do evento foi o embaixador da corrida, Robson Caetano, ex-atleta e medalhista olímpico das provas de atletismo. “O clube investe em diversos esportes e agora o Fluminense também é o primeiro a realizar uma corrida de rua no Rio de Janeiro. A corrida de rua dá a oportunidade a todas as pessoas de se manifestarem, ela é muito democrática e isso é muito importante. Ser padrinho dessa corrida é uma grande honra, participar desse momento é único, ainda mais nesse espaço emblemático que é a Praça Mauá e o Museu do Amanhã”, declarou o medalhista olímpico.


O professor de Educação Física Alceu Nobre, de 57 anos, gostou muito da prova e veio motivado pela paixão Tricolor. “Como torcedor, meu principal motivo de correr a Flu Run foi o amor ao time. Mas sempre participo de outras corridas de rua e dessa em especial, não poderia ficar de fora”, destacou. Quem o acompanhou foi Ione Evangelho, de 58 anos. Sócia do Fluminense, ela contou que ficou sabendo da corrida porque também pratica natação no clube. “Vim fazer a caminhada e prestigiar o evento”, comentou Ione.


Os participantes elogiaram bastante o percurso, principalmente o grau de dificuldade do trecho do túnel Rio 450. Mais do que a corrida, o evento contou com muita música, diversão e interação dos corredores na Praça Mauá, que fizeram fila para tirar fotos nos banners da Fluminense Run. Um deles mostrava os nomes de todos os inscritos e foi o mais requisitado para a famosa “selfie”. Além, é claro, da tradicional foto no pódio com a medalha Tricolor.


Confira mais fotos da Fluminense Run aqui.


Texto: Comunicação/ FFC
Fotos: Mailson Santana/ FFC





Ua original
Frescatto original
Tim original
Thinkseg original
Laboratorios lafe original
Zoom original
Mackenzie original
Brahma3 original
Gatorade original
Parceiro movimento futebol melhor original
Eurocolchoes original
Parceiro bioleve original
99 original
Vw original
Nbtelecom original
Baurfeind original
Parceiro sos mata atlantica original
Parceiro cbc original