14/02/2017 23:00 - EM
Olímpico
Pela sexta rodada da Superliga, Vôlei Nestlé bate o Flu no tie-break
Time de Guerreiras uta até o fim, perde por 3 a 2, mas segue com a sétima colocação na tabela de classificação


Fluminense lutou, mas o Vôlei Nestlé venceu o duelo da sexta rodada

Nesta terça-feira, dia 14, o Fluminense entrou em quadra contra o Vôlei Nestlé e calou a torcida adversária. Mais uma vez indo para o tie-break, o Time de Guerreiras por muito pouco não trouxe a vitória para casa. O Osasco levou a melhor por 3 a 2 (25x18, 26x28, 22x25, 25x16 e 15x12), mas as Tricolores mostraram que seguem o caminho certo para os playoffs da Superliga.

O técnico Hylmer Dias escalou a oposta Renatinha, a líbero Juju Perdigão, a levantadora Pri Heldes, a capitã Sassá e Ju Costa nas pontas, as centrais Lara Nobre e Letícia Hage, que abriu o placar. O Flu seguiu bem no primeiro set e chegou a se manter com o dobro de pontos das adversárias (12 a 6). Aproveitando alguns erros das tricolores, o Osasco chegou ao empate. Mais forte no bloqueio, conseguiu permanecer à frente, fechando por 25 a 18.

Já o segundo set foi de tirar o fôlego. O Fluminense abriu vantagem, mas a partir do 15º ponto os times começaram a brigar para sair do empate. Com as irmãs Arianne e Jordane Tolentino, a equipe ganhou força e seguiu melhor até o fim. Ju Costa fez 20 a 20 e um ace de Pri Heldes deixou o Flu na frente novamente. Os dois pontos seguidos da capitã Sassá colocaram o Tricolor na vantagem e foi pelas mãos da central Lara Nobre que o Time de Guerreiras venceu por 28 a 26.

Com o terceiro set equilibrado, o Osasco conseguiu sair na frente, fez 8 a 5m mas tricolores conseguiram virar o placar e a partir daí foi só administrar a vantagem. Mais uma vez a equipe mostrou garra e não deu chance para o Osasco crescer do jogo. Letícia Hage e Renatinha formaram uma dupla imbatível no bloqueio e não deixaram a bola cair na quadra do Flu. Um erro de ataque do Osasco e vitória do Time de Guerreiras por 25 a 22.

Mais um duelo no quarto tempo e desta vez o Osasco soube aproveitar alguns passes errados do Flu para assumir a liderança. Sentindo a pressão do ataque adversário, as tricolores cederam e o Vôlei Nestlé, fechou por 25 a 16 e forçando o tie-break.

O último set foi emocionante e indefinido até o décimo ponto do Osasco. Com o Flu encostado no placar, o Nestlé pediu tempo duas vezes claramente tentando esfriar a partida. Quando o Flu perdia por dois pontos de diferença (13 a 11), foi a vez do técnico Hylmer Dias solicitar a pausa, mas já era tarde. Vitória do Osasco por 15 a 12.

O técnico Hylmer Dias analisou a partida:

- Achei que jogamos bem fora de casa, contra um time montado pra brigar pelo título. Foi uma partida de igual para igual e mostramos que estamos crescendo. Conquistamos um ponto muito importante na nossa caminhada - disse.

A equipe das Laranjeiras tem 25 pontos (oito vitórias e nove derrotas até agora), permanecendo na sétima colocação da tabela de classificação. No returno, o Fluminense venceu o  Rio do Sul (SC) e o Renata Valinhos/Country (SP) por 3 sets a 1, e o Genter Vôlei Bauru (SP) por 3 a 2. Além da derrota desta terça, o time foi superado pelo Rexona-SESC (RJ) por 3 a 0 e o BRB/Terracap/Brasília Vôlei (DF) por 3 a 1.

O próximo duelo acontece na sexta-feira, dia 17, contra o São Cristóvão/São Caetano Saúde, às 20h, na Hebraica (RJ).

Comunicação Institucional FFC





Under armour
Frescatto
Brahma
Gatorade
Parceiro movimento futebol melhor
Parceiro bioleve
Parceiro senior
Parceiro sos mata atlantica
Coppertone