14/02/2017 23:00 - EM
Olímpico
Pela sexta rodada da Superliga, Vôlei Nestlé bate o Flu no tie-break
Time de Guerreiras uta até o fim, perde por 3 a 2, mas segue com a sétima colocação na tabela de classificação


Fluminense lutou, mas o Vôlei Nestlé venceu o duelo da sexta rodada

Nesta terça-feira, dia 14, o Fluminense entrou em quadra contra o Vôlei Nestlé e calou a torcida adversária. Mais uma vez indo para o tie-break, o Time de Guerreiras por muito pouco não trouxe a vitória para casa. O Osasco levou a melhor por 3 a 2 (25x18, 26x28, 22x25, 25x16 e 15x12), mas as Tricolores mostraram que seguem o caminho certo para os playoffs da Superliga.

O técnico Hylmer Dias escalou a oposta Renatinha, a líbero Juju Perdigão, a levantadora Pri Heldes, a capitã Sassá e Ju Costa nas pontas, as centrais Lara Nobre e Letícia Hage, que abriu o placar. O Flu seguiu bem no primeiro set e chegou a se manter com o dobro de pontos das adversárias (12 a 6). Aproveitando alguns erros das tricolores, o Osasco chegou ao empate. Mais forte no bloqueio, conseguiu permanecer à frente, fechando por 25 a 18.

Já o segundo set foi de tirar o fôlego. O Fluminense abriu vantagem, mas a partir do 15º ponto os times começaram a brigar para sair do empate. Com as irmãs Arianne e Jordane Tolentino, a equipe ganhou força e seguiu melhor até o fim. Ju Costa fez 20 a 20 e um ace de Pri Heldes deixou o Flu na frente novamente. Os dois pontos seguidos da capitã Sassá colocaram o Tricolor na vantagem e foi pelas mãos da central Lara Nobre que o Time de Guerreiras venceu por 28 a 26.

Com o terceiro set equilibrado, o Osasco conseguiu sair na frente, fez 8 a 5m mas tricolores conseguiram virar o placar e a partir daí foi só administrar a vantagem. Mais uma vez a equipe mostrou garra e não deu chance para o Osasco crescer do jogo. Letícia Hage e Renatinha formaram uma dupla imbatível no bloqueio e não deixaram a bola cair na quadra do Flu. Um erro de ataque do Osasco e vitória do Time de Guerreiras por 25 a 22.

Mais um duelo no quarto tempo e desta vez o Osasco soube aproveitar alguns passes errados do Flu para assumir a liderança. Sentindo a pressão do ataque adversário, as tricolores cederam e o Vôlei Nestlé, fechou por 25 a 16 e forçando o tie-break.

O último set foi emocionante e indefinido até o décimo ponto do Osasco. Com o Flu encostado no placar, o Nestlé pediu tempo duas vezes claramente tentando esfriar a partida. Quando o Flu perdia por dois pontos de diferença (13 a 11), foi a vez do técnico Hylmer Dias solicitar a pausa, mas já era tarde. Vitória do Osasco por 15 a 12.

O técnico Hylmer Dias analisou a partida:

- Achei que jogamos bem fora de casa, contra um time montado pra brigar pelo título. Foi uma partida de igual para igual e mostramos que estamos crescendo. Conquistamos um ponto muito importante na nossa caminhada - disse.

A equipe das Laranjeiras tem 25 pontos (oito vitórias e nove derrotas até agora), permanecendo na sétima colocação da tabela de classificação. No returno, o Fluminense venceu o  Rio do Sul (SC) e o Renata Valinhos/Country (SP) por 3 sets a 1, e o Genter Vôlei Bauru (SP) por 3 a 2. Além da derrota desta terça, o time foi superado pelo Rexona-SESC (RJ) por 3 a 0 e o BRB/Terracap/Brasília Vôlei (DF) por 3 a 1.

O próximo duelo acontece na sexta-feira, dia 17, contra o São Cristóvão/São Caetano Saúde, às 20h, na Hebraica (RJ).

Comunicação Institucional FFC





Under armour
Frescatto
Brahma3
Gatorade
Tim
Parceiro movimento futebol melhor
Parceiro bioleve
Parceiro senior
Parceiro sos mata atlantica
Coppertone
Parceiro cbc