20/03/2017 21:00 - EM
Olímpico
Fluminense não consegue superar o Osasco e está eliminado da Superliga
Com casa cheia e o apoio da torcida, Time de Guerreiras perde o jogo e a chance de continuar na disputa



Emoção até o fim! A torcida tricolor lotou a Hebraica, fez festa, cantou até o último minuto, mas não deu para o Time de Guerreiras. O Fluminense se despediu da Superliga nesta segunda, 20, com derrota para o Vôlei Nestlé por 3 sets a 0 (20x25, 14x25 e 13x25). A equipe precisava vencer para forçar uma terceira partida na casa das rivais, mas não conseguiu superar as paulistas, que garantiram a vaga na semifinal.

Como os playoffs são disputados em melhor de três jogos, só a vitória interessava para as tricolores, derrotadas no primeiro confronto, em Osasco, também por 3 a 0 (25x23, 25x23 e 25x14).

Ju Costa abriu o placar para o Fluminense, que tinha a oposta Renatinha, a líbero Juju Perdigão, a levantadora Pri Heldes, a capitã Sassá nas pontas e as centrais Lara Nobre e Letícia Hage em quadra. Forte no ataque, tudo ia bem para o Tricolor, até o Osasco conseguir abrir três pontos de vantagem (6 a 3), forçando o técnico Hylmer Dias a pedir tempo logo no início do jogo. O Flu diminuiu a diferença, usou bastante o bloqueio, mas o Vôlei Nestlé se manteve à frente e fechou por 25 a 20.

O segundo tempo começou confuso para as tricolores e assim seguiu. O Osasco disparou na frente a abriu ampla vantagem (13 a 5). Hylmer conversou com a equipe e colocou Arianne e Jordane Tolentino no lugar de Pri Heldes e Renatinha, além de Ju Odilon substituindo Ju Costa. Nada parecia adiantar para o Flu, que seguia com problemas no passe e na recepção, deixando o Osasco vencer mais um set, desta vez por 25 a 14.

Na última chance de se manter vivo na partida, o time seguia sem força no ataque, enquanto o Osasco abria vantagem (15 a 5). Arianne e Sassá tentaram uma reação, mas era tarde. O Vôlei Nestlé conseguiu a vitória por 25 a 13, mas a torcida tricolor fez a festa na Hebraica e apoiou o Time de Guerreiras, que dá adeus à Superliga, após uma grande campanha que trouxe o Fluminense de volta à elite do vôlei brasileiro.

Para a capitã Sassá, a equipe está de parabéns pelo trabalho:

- Não estamos satisfeitas em deixar a competição, mas só podemos agradecer. Nosso objetivo foi alcançado, a torcida lotou a Hebraica e nós honramos a camisa do Fluminense. A emoção foi forte, estamos felizes com o apoio da comissão e de cada um que veio nos prestigiar ao longo do campeonato. É muito bom estar aqui.

Vôlei Nestlé, Pinheiros, Rexona-SESC, Dentil/Praia Clube, Brasília, Camponesa/Minas e Genter/Bauru continuam na disputa.

O Flu mostrou que veio para ficar na Superliga. A equipe terminou em oitavo lugar (16 pontos) no primeiro turno, com cinco vitórias e seis derrotas, superando o SESI-SP, o Pinheiros, o São Cristóvão Saúde/São Caetano, o Rio do Sul e o Renata/Valinhos Country, todos por 3 sets a 0. Nos outros jogos, acabou derrotado pelo Rexona-SESC por 3 a 0, mesmo placar dos revezes diante de Terracap/BRB/Brasília Vôlei, Genter Vôlei Bauru e Vôlei Nestlé. O Camponesa/Minas levou a melhor por 3 a 2, e o Dentil/Praia Clube por 3 a 1.

No returno, as tricolores venceram o Rio do Sul, o Renata Valinhos/Country e o SESI-SP por 3 sets a 1, o Genter Vôlei Bauru e o Pinheiros por 3 a 2, e o São Caetano por 3 a 0. As derrotas foram para o Rexona-SESC por 3 a 0, o BRB/Terracap/Brasília Vôlei por 3 a 1, Vôlei Nestlé por 3 a 2, Camponesa/Minas e Praia Clube por 3 a 0.

Feliz com o desempenho da equipe, o técnico Hylmer Dias falou sobre a temporada:

- Viemos da Superliga B, da Seletiva, e conseguimos ganhar o carioca em cima da maior equipe do Brasil. Tínhamos a expectativa de lutar pelo oitavo lugar e ficamos em sétimo, à frente de times tradicionais, como Pinheiros e São Caetano. Pegamos o Osasco, que briga pelo título da competição. Lutamos muito e acho que o reconhecimento da torcida mostrou o quanto as jogadoras se esforçaram, o quanto nos envolvemos e espero que na próxima temporada o Flu consiga dar mais um passo. Não ganhamos, mas o saldo é positivo e vimos o Flu brilhar no voleibol - finalizou.

Comunicação Institucional FFC





Under armour
Frescatto
Brahma
Gatorade
Parceiro movimento futebol melhor
Parceiro bioleve
Parceiro senior
Parceiro sos mata atlantica
Coppertone