18/06/2017 17:00 - EM
Olímpico
Fluminense é o grande vencedor do Brasil Open de Polo Aquático
Equipe Tricolor derrota o Botafogo e faz a festa do Parque Aquático Maria Lenk


Equipe Tricolor fatura o título do Brasil Open de Polo Aquático

O Fluminense confirmou o favoritismo e neste domingo, 18, conquistou o título de campeão do Brasil Open. A equipe venceu o Botafogo por 12 a 9, mostrou que segue dominando o polo aquático no país e comemorou junto com a torcida que esteve no Parque Aquático Maria Lenk (RJ). O Pinheiros (SP) completou o pódio. A competição é organizada pela Liga Brasileira de Polo Aquático e conta com a participação dos principais atletas da modalidade no Brasil.

Em ótima fase, o Tricolor chegou à final invicto: venceu o Internacional de Santos por 20 a 4, com parciais de 5x2,6x0,5x1,4x1, empatou com o Pinheiros em 9 a 9 (Flu x Pinheiros 2x2,0x2,3x2,4x3), derrotou o Flamengo na estreia por 5 a 2 (Flu x Fla 1x0,2x0,2x0,0x2) e goleou o Clube Athlético Paulistano por 15 a 7 (Flu x Paulistano 2x0,3x2,6x2,4x3). Na semi, novamente enfrentando o Pinheiros, o time levou a melhor por 14 a 13.

O técnico Carlos Carvalho falou sobre a conquista:

- Tinha certeza que seria um jogo duro, mas montamos uma tática de anular os estrangeiros do Botafogo, que são bons jogadores e eles foram muito bem marcados pelo Giacomo Bini, então conseguimos ser melhores no ataque e na finalização. Estivemos à frente no placar o tempo todo e a garotada foi bacana, treinaram muito para alcançar o objetivo - disse.

O time contou com reforços. São eles: Jonas Crivella e os irmãos Guilherme e Bernardo Gomes, além do experiente Giacomo Bini, canhoto, várias vezes convocado para a seleção italiana e do espanhol Gonzalo López Escribano, atual vice-campeão Espanhol e da Copa da Espanha atuando pelo Sabadell.

- Procurei dois jogadores estrangeiros que compusessem o elenco. O Giacomo já jogou no Flu em outras ocasiões, é efetivo no ataque. O Gonzales está conosco pela primeira vez, foi indicado pelo Bernardo e também é espetacular no ataque. Corresponderam muito bem - contou o técnico, que aproveitou para agradecer os jogadores e a comissão:

- Não posso deixar de falar do garra dos jogadores, do apoio incondicional dos nossos diretores, George Sanches e Raoul de Thuin, do Fluminense e de Zeca Oliveira, tricolor que mudou a cara do polo aquático brasileiro, patrocinou o time e ajudou a construir essa trajetória vencedora.

Segundo o presidente da Liga Brasileira de Polo Aquático (PAB), George Sanches, o torneio cumpriu com o seu objetivo:

- Foram jogos disputados com muita técnica e equilíbrio entre os clubes, o que mostra que a modalidade está numa crescente. Assim, cumprimos com o nosso papel de organizar competições fortes e de intratabilidade, fomentando o polo aquático e, sobretudo, criando motivação aos atletas - disse Sanches.

No feminino, vitória do Esporte Clube Pinheiros, sobre o Flamengo (RJ) por 7 a 6. O terceiro lugar ficou para o Paineiras (SP). No masculino, o Pinheiros (SP) completou o pódio. Após a conquista, a organização escolheu os atletas Slobodan Soro (Botafogo) e Marina Zablith (Pinheiros) como os atletas MVPs da competição.

Além do Tricolor (masculino), Clube Athlético Paulistano (masculino e feminino), Clube Internacional de Regatas (masculino), Clube de Regatas Flamengo (masculino e feminino), Clube Paineiras do Morumby (masculino e feminino), Esporte Clube Pinheiros (masculino e feminino), Sesi/SP (masculino e feminino)  Botafogo de Futebol e Regatas (masculino e feminino), participaram da competição.

Texto: Comunicação/FFC












Under armour
Frescatto
Tim
Thinkseg
Brahma3
Gatorade
Parceiro movimento futebol melhor
Parceiro bioleve
Coppertone
99
Vw
Parceiro sos mata atlantica
Parceiro cbc