02/01/2019 11:00 - EM
Olímpico
Basquete tricolor: renovação e vitórias em 2018
Fluminense sediou campeonatos, brilhou no Estadual e se destacou em diversos torneios


O basquete tricolor passou por grandes mudanças no último ano. Com novas equipes e atletas revelados na peneira realizada nas Laranjeiras, os times ganharam fôlego e se destacaram em competições por todo o país. Logo no início de 2018, a chegada do técnico Ricardinho, ex-ala armador e um dos grandes nomes da modalidade no Brasil, mostrou que o Fluminense buscava uma renovação na base.

Em abril o Clube sediou e venceu a Copa Brasil de Clubes de Basquete Masculino Sub-21, com elenco comandado por Luis André Costa. O Torneio, realizado em parceria com a Confederação Brasileira de Basketball (CBB) e o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC), contou com a participação de 14 times e revelou talentos aproveitados na seleção brasileira. Também nas Laranjeiras, os atletas jogaram dois amistosos contra equipes da terceira divisão da NCAA - National Collegiate Athletic Association, entidade que organiza a maioria dos programas de esporte universitário nos Estados Unidos. A procura pelo Tricolor e o placar apertado nos jogos mostrou o reconhecimento e alto nível de rendimento do Fluminense na modalidade:

"Nossa equipe é forte na marcação e tem uma filosofia de jogo bem parecida. É uma ótima experiência para os meninos, não somente por disputarem com o melhor basquete do mundo, mas por aperfeiçoarem o inglês e também pela visibilidade. O time foi composto por atletas mais novos, com idade entre 18 e 19 anos, enquanto os americanos têm 21, em média, e mesmo assim o placar foi apertado", analisou Luis André.


O técnico Geraldo com Mateus Gomes, melhor armador Sub-15


No Torneio de Franca (SP), o clube foi campeão pela categoria Sub-15 e o Sub-13 ficou com o quarto lugar. O armador Mateus Gomes foi eleito o melhor armador do campeonato e em seguida garantiu vaga na seleção Sub-15.

"Começamos o ano com muitas dificuldades, mas terminamos com o vice-campeonato da Taça Cidade do Rio de Janeiro, sem contar a evolução enorme da equipe e atletas sendo valorizados", analisou Geraldo Almeida, técnico do Sub-14 e Sub-15.

Equipe Sub-12, campeã do Torneio Aberto, com o técnico Ricardinho


Já o Sub-12 fechou o ano sendo campeão de forma invicta no Torneio Aberto, após vencer o Tijuca Tênis Clube na grande final. As equipes Sub-13 e Sub-17 também tiveram grandes atuações no Estadual:

"Os meninos do Sub-13 perderam na semifinal do Carioca para o Tijuca, uma equipe muito forte fisicamente. Os jogadores se superaram, mas existe uma diferença de idade que faz com que os Tijucanos se sobressaiam. Nossos destaques foram o Antônio Gomes, Isaac Oliveira, Matheus Monteiro e José Lacerda. O Sub-17 perdeu na semi para o campeão invicto, que foi o Flamengo, mas o time foi muito além do esperado, eliminou grandes oponentes e teve jogadores do Sub-15 efetivados", disse o técnico Ricardinho.

E vem mais novidade para 2019. Após as peneiras realizadas em dezembro, o Fluminense aproveitou cerca de 30 jovens, que passarão pela segunda fase de treinamentos no mês de janeiro. Os jogadores que forem aprovados já entram no elenco a partir de fevereiro.




Ua original
Tim original
Rappi original
Brahma original
Gatorade original
Futebolmelhor original
Bioleve original
Puri original
Wv original
Bassan original
Flaviohermolin original
Rentv original
Nhj original
Nb original
Radlink original
Bauerfeind original
Thermohuman original
Bodymetrix original
Vaccini original
Mazars original
Sos original
Parceiro cbc original
Grupoentreter original