06/11/2018 15:00 - EM
Olímpico
Atletas analisam participação no Sul-Americano de Nado Artístico
Anna Giulia Veloso, Luisa Borges e Maria Bruno integraram a seleção brasileira e garantiram vaga no Pan 2019


O Brasil foi o grande campeão do nado artístico no Sul-Americano de Desportos Aquático, realizado em Lima, no Peru, entre os dias 1º e 3 de novembro. A seleção chegou ao topo como maior vencedora da competição, com a ajuda de três atletas do Flu: Anna Giulia Veloso, Luisa Borges e Maria Bruno. As nadadoras faturaram ouro na equipe técnica, livre e combinada e prata no dueto feminino. De quebra, ainda conquistaram vaga no Pan-Americano 2019, que também acontecerá na capital peruana.

Experiente, Maria Bruno esteve nas provas da equipe e falou sobre a rivalidade com a seleção colombiana:

"Mesmo já tendo disputado vários sul-americanos, essa competição foi muito especial. Passamos por um desafio muito grande, vendo que nosso concorrente vem crescendo também, então sempre precisamos melhorar em cima disso. Foi um desafio. Entramos com muita garra e conquistamos essa medalha. Cada competição é um momento diferente. E dessa vez com uma equipe nova. Então gostei bastante da minha participação".

Anna Giulia Veloso disputou pela primeira vez um sul-americano na equipe adulta:

"Foi muito importante e especial. Me senti muito bem nadando com atletas mais experientes e fiquei feliz com o resultado. A equipe é nova e acho que fizemos uma grande apresentação. Espero que seja a primeira de muitas participações na seleção brasileira com elas".

Luisa Borges, que também participa do dueto, comemorou o retorno à equipe:

"Pra mim, esse sul-americano teve um gostinho diferente dos outros que já competi. Depois de ter que parar um período por conta de uma lesão e ter conseguido voltar e competir todas as minhas provas, dueto e equipe, fiquei muito feliz com os nossos resultados! Agora é voltar para o clube e focar nas nossas próximas competições, no Campeonato Carioca e no Brasileiro. Animada com o que está por vir", disse.

Na disputa de Equipes, o Brasil obteve 161,6393 pontos. A Colômbia foi a segunda colocada e a Argentina completou o pódio. A prova tem duração de 4 minutos, intercalando execuções de solo, duplas e alçadas (saltos). No dueto, veio a medalha de prata com 81,9000 pontos. O ouro ficou com a Colômbia e o bronze com a Argentina.

A seleção, comandada por Roberta Perillier e Andrea Curi, foi formada por: Anna Giulia Veloso, Luisa Borges e Maria Bruno (Fluminense), Maria Clara Lobo, Giovana Stephan, Lorena Molinos, Gabriela Regly Teixeira, Laura Miccuci, Jullia Catharino, Jaddy Passos, Maria Eduarda Miccuci, Renan Alcântara (Flamengo) e Vitoria Casale (Clube Paineiras Morumby).






Ua original
Tim original
Rappi original
Brahma original
Gatorade original
Futebolmelhor original
Bioleve original
Bnnutri original
Puri original
Wv original
Bassan original
Flaviohermolin original
Rentv original
Nhj original
Nb original
Radlink original
Bauerfeind original
Thermohuman original
Bodymetrix original
Vaccini original
Mazars original
Sos original
Parceiro cbc original
Grupoentreter original